Diminuição da Depressão, Ansiedade e Insônia

Diminuição da Depressão

Brooks J.S., et al. Meditação Transcendental no tratamento de ajustamento pós-Vietnam.Journal of Counseling and Development, 64:212–215, 1985.

Kniffki C. Tranzendentale Meditation und Autogenes Training- Ein Vergleich (Meditação Transcendental e Treinamento Autogênico: Uma Comparação). Munich: KindlerVerlag Geist und Psyche, 1979.

Geisler M. Therapeutiche Wirkungen der Transzendentalen Meditation auf drogenkonsumenten (Efeitos terapêuticos da Meditação Transcendental sobre uso de drogas).Zeitschrift fur Klinische Psychologie 7:235-255, 1978.

Ferguson P.C., et al. Descobertas fisiológicas da Meditação Transcendental. Journal of Humanistic Psychology 16:483-488, 1976.

Menor Ansiedade

Alexander C.N., et al. Efeitos do programa de Meditação Transcendental sobre a redução do estresse, saúde e desenvolvimento do empregado: Um estudo em duas áreas ocupacionais. Anxiety, Stress and Coping: An International Journal 6: 245-262, 1993.

Candelent T., et al. Ensinando Meditação Transcendental em uma instituição psiquiátrica. Hospital & Community Psychiatry 26: 156-159, 1975.

Dillbeck M.C. O efeito da técnica da Meditação Transcendental no nível de ansiedade. Journal of Clinical Psychology 33: 1076-1078, 1977.

Eppley K.R. et al. Efeitos diferenciais de técnicas de relaxamento ao tratar a ansiedade: Uma meta-análise. Journal of Clinical Psychology 45: 957-974, 1989

Redução da Insônia

Ljunggren G. Inflytandet av Transcendental Meditation pa neuroticism, medicinbruk och sömnproblem. Läkartidningen 74(47): 4212–4214, 1977.

Lovell-Smith H. D. Meditação Transcendental – tratando o paciente, assim como a doença.The New Zealand Family Physician 9: 62–65, April 1982.

Orme-Johnson D. W. et al. Meditação no tratamento de dor crônica e insônia. In National Institutes of Health Technology Assessment Conference on Integration of Behavioral and Relaxation Approaches into the Treatment of Chronic Pain and Insomnia, Bethesda Maryland: National Institutes of Health, 1995.